27
Janeiro
2020

PROCON Sarandi divulga pesquisa de preço de material escolar

PROCON Sarandi divulga pesquisa de preço de material escolar

foto: PEXELS

 

Com a proximidade das voltas às aulas, os pais irão se deparar com itens escolares que ficaram, em média, 8% mais caro com relação ao ano de 2019, segundo constatado pela Associação Brasileira dos Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE).

 

Desde o ano de 2017, o PROCON Sarandi presta orientações sobre a relação de pais com as escolas, e dessa vez realiza mais uma pesquisa de preços de material escolar, demonstrando a importância do consumidor pesquisar o melhor preço e a qualidade do produto, pois desta forma é possível economizar bastante.

 

Entre os dias 20 de janeiro a 23 de janeiro, foram pesquisados 64 itens de materiais escolares em 9 estabelecimentos do ramo na cidade de Sarandi, e foi constatado uma diferença de até 777,78% nos preços.

 

Considerando os itens de menor preço, independente de marca e qualidade, as maiores variações foram encontradas nos itens Dicionário de língua portuguesa – 777,78%; Cola bastão 8/10 gramas – 775%; e Apontador 536,36%.

 

Considerando os itens de menor preço de uma mesma marca, a maior variação de preço encontrado pelo PROCON, foi o Caderno da marca Tilibra universitário capa dura 96 folhas 1 matéria – 387,75%; Caneta marca BIC – 273,13%; e Caderno de linguagem da marca Tilibra 40/48 folhas brochura – 255,50%.

 

O Coordenador do PROCON Sarandi Lucas Dornellos, orienta que o Código de Defesa do Consumidor assegura aos consumidores, o prazo de garantia e de reclamar defeitos em produtos não duráveis em até 30 dias após a aquisição, e para os produtos duráveis em até 90 dias. Na compra de tinta guache, massa de modelar, colas, pinceis atômicos e outros itens semelhantes, o consumidor deve sempre se atentar se na embalagem há informações claras sobre o prazo de validade, peso, origem, composição, e se o uso acarreta algum tipo de risco ao consumidor.

 

Além disso, o consumidor deve sempre lembrar de exigir nota fiscal.

 

O PROCON Sarandi também elaborou uma lista com os materiais escolares que são proibidas de serem exigidas pelas escolas, por se tratarem de material de uso coletivo, e pode ser visualizada clicando aqui.

 

Em caso de dúvida, os responsáveis podem procurar o Procon de Sarandi em posse da lista de material escolar para esclarecimentos. O Procon está localizado na Rua Castro Alves, 952, Jd. Independência, Sarandi/PR, atendendo das 8h às 17h, ou pelo Disque PROCON (44) 3126-9508 / 3042-3115 / 3126-9510 / 3126-9506, ou ainda pelo

Fale Conosco no site do PROCON Sarandi no link: www.sarandi.pr.gov.br/web/index.php/procon/fale-conosco

 

Submit to Facebook

Ver mais Procon, Noticias

NOTÍCIAS

Videos

  • Projeto viabiliza horta comunitária para imigrantes em Sarandi
  • PROCON Sarandi passa a integrar Conselho de Usuários da Vivo
  • Prefeitura de Sarandi apresenta nova frota municipal
  • Em Sarandi: Prefeito Walter Volpato recebe Governador Carlos Massa Ratinho Jr.
  • Plano diretor 2020: 1ª fase acontece dia 19
  • Abram as janelas: fumacê passará em dois bairros nesta quarta-feira em Sarandi
  • Sarampo: Campanha de vacinação se inicia dia 10
  • A Partir de Fevereiro, Carteira de Trabalho passa a Contar Com Sistema De Agendamento
  • Semana pedagógica se encerra amanhã (05) com palestra
  • Guarda Municipal de Sarandi recebe novos coletes balísticos
  • SEMUTRANS realiza vistoria do transporte escolar
Prefeitura do Município de Sarandi-Pr.
Rua: José Emiliano de Gusmão, 565 - Centro
CEP. 87111-230 Fone/Fax: (44) 3264 - 8600
CNPJ: 78.200.482/0001-10
Sarandi-Pr./2020

Horário de Atendimento: Das 08:00hs às 11:30hs e das 13:00hs às 17:30hs

A Prefeitura está realizando um estudo sobre os deslocamentos da população, de forma a subsidiar um plano de ações para melhorias nos sistemas de transportes.
Trata-se do Plano de Mobilidade Urbana, uma exigência do governo federal(Lei n° 12.587/2012).
Colabore com o planejamento da cidade dizendo sobre os deslocamentos cotidianos de sua família e necessidades do seu bairro. [Clique aqui...]