Centro de Referência Especializado de Atendimento a Mulher

 

O Centro de Referência de Atendimento à Mulher - CRAM , também está incluso na Proteção Social Especial de Média Complexidade, o CRAM são espaços de acolhimento/atendimento psicológicos, social, orientação e encaminhamento à mulher em situação de violência, que proporcione o atendimento e o acolhimento necessários à superação da situação de violência ocorrida, contribuindo para o fortalecimento da mulher e o resgate da sua cidadania. Nessa perspectiva, o CRAM deve exercer o papel de articulador das instituições e serviços governamentais e não governamentais que integram a Rede de Atendimento, sendo o acesso natural a esses serviços para as mulheres em situação de vulnerabilidade, em função de qualquer tipo de violência, ocorrida por sua condição de mulher.

O objetivo primário da intervenção é cessar a situação de violência vivenciada pela mulher atendida sem ferir o seu direito à autodeterminação, mas promovendo meios para que ela fortaleça sua auto-estima e tome decisões relativas à situação de violência por ela vivenciada. Ressalta-se que o foco da intervenção do CRAM deve ser o de prevenir futuros atos de agressão e de promover a interrupção do ciclo de violência.

Usuários: Mulheres em situação de violência Doméstica no qual a Lei n.º11.340 de  07 de Agosto de 2006, mais conhecida como Lei Maria da Penha, classifica com:

➔ Violência Emocional ou Psicológica (xingar, humilhar, ameaçar, amedrontar, diminuir a autoestima, dentre outros);
➔ - Violência Sexual (impedir de prevenir a gravidez, forçar a se prostituir, manter ou participar de relação sexual ou contato físico não desejado, por meio de força ou intimidação, dentre outros);
➔ Violência Física ( empurrões, chutes, tapas, puxões de cabelos, dentre outros);
➔ Violência Patrimonial (quando há retenção, furto, destruição de bens materiais  ou objetos pessoais da vítima como instrumentos de trabalho, documentos, roupas, controlar ou tirar dinheiro contra  a sua vontade, dentre outros);
➔ Violência Moral (depreciar a imagem e a honra da vítima por meio de calúnia, difamação  e injúria, como espalhar boatos e falsas acusações. Essa violência também pode ocorrer pela internet, como o compartilhamento de fotos íntimas).

Horário de Funcionamento da Secretaria Municipal de Assistência Social: 07:30 as 11:30 e 13:00 as 17:00

 


Endreço:
Rua: Castro Alves, 2688 Jd. Ouro Verde - 3126-9625
email: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
Coordenadora do CRAM: Vera Lúcia da Silva Gomes


 

 

 

 

Prefeitura do Município de Sarandi-Pr.
Rua: José Emiliano de Gusmão, 565 - Centro
CEP. 87111-230 Fone/Fax: (44) 3264 - 8600
CNPJ: 78.200.482/0001-10
Sarandi-Pr./2022

- LOCALIZAÇÃO -

Please publish modules in offcanvas position.